sábado, janeiro 07, 2006

Instruções

Este é um blogue temático e com uma orientação cronológica muito precisa...
...Para seguir a cronologia, por favor, comece a ler a partir do último post. O presente post deverá ser o último a ler. Isto, claro, se não tiver problemas com encadeamentos temporais relativamente lineares.
Saudações

12 comentários:

luís disse...

está simplesmente brutal!!acho q devias continuar a viajar e a escrever, pois sente-se uma argentina tão longe, mas tão perto ao mesmo tempo.
cumprimentos
luis

Bandido ORiGInAl disse...

Não tenho palavras...

Isto é de uma beleza arrebatadora...

Tive de o "devorar" de uma só vez.

Vai ser linkado na Embaixada de Zurugoa com o devido destaque.

EM ROID HALL disse...

É, está de facto muito bom. Enquanto percorri todas a imagens sem excepção, senti-me a percorrer o espaço contigo. Só contribuiu para me aguçar a vontade. Pode ser que um dia queiras voltar e eu possa ir.
abraços

André Gato disse...

Só te posso dar os meus sinceros parabéns virtuais, com votos de mais tarde te os poder dar pessoalmente, fico muito contente por ti e pela viagem que realizaste!! Foi profundo o sentimento que conseguiste passar para o mais comum dos leitores...

Larsen disse...

Um pequeno raio de luz na monotonia de um lisboeta.
E se pudessemos sempre viver num mundo mágico como a tua Argentina???
Abraço,
Tiago Larsen

ARV disse...

REPARO...

Nenhum leitor é «comum»... São os leitores que dão vida a estes espaços, que os alimentam, incentivando quem escreve, independentemente da qualidade dos textos. Muito para além da excepcionalidade, porque invariavelmente, há outras dimensões consideradas que não somente a estética literária, como os «intelectuais» tanto gostam de celebrar. Falo evidentemente da familiaridade dos temas, dos laços de amizade, da curiosidade «química» ou mesmo da entronização simbólica de uma personalidade convertida em ícone de consumo. Este último, é o caso de indivíduos conhecidos e reconhecidos na praça pública. Mas poder-se-á imaginar o que seria dessa gente sem leitores nem feedback? Assim, não considero haver leitores comuns nem escritores excepcionais, mas sim adaptações de estilo, objecto de referência ou simplesmente, circunstância.

São os leitores que norteiam a obra e esta (de qualidade discutível, mas não interessa), foi feita para os meus amigos, ou seja, os que leram as legendas e se detiveram dois segundos nas imagens. Para os que nos dão um sorriso ou simplesmente cruzam os seus com os meus olhos.

Ao contrário de In Tenui Labor, este blog foi criado com o único intuito de partilhar uma experiência, que considero do ponto de vista pessoal, muito além de uma simples viagem. As palavras seriam sempre menores, quando comparadas com as circunstâncias e com os momentos.

Por isso, na impossibilidade cabal de dar a conhecer, foi minha intenção que cada um fizesse a sua própria construção, o seu caminho e assim, tocasse a sua própria Argentina, sem lá ter efectivamente ido. Admito que poderá ser presunçoso da minha parte, mas se não for pelos textos, que o seja pela capacidade de sonhar que existe em cada um de nós e por uma ou outra fotografia mais bem conseguida.

Esta Argentina podia muito bem ser a ria de Aveiro ou o mercado do Bolhão, no Porto. É a Argentina apreendida segundo um ângulo e uma dada luz, susceptíveis de se metamorfosear conforme a casualidade da experiência.

Porque foi criado a pensar nas pessoas e nos leitores, Bolotas e Mate pretendia ser um convite aos sentidos, ao fechar de olhos, porque tanta alegria não podia deixar de ser partilhada...

Bem-hajam os «comuns», os simples, os prosaicos, os humildes, porque são esses os excepcionais!

claire disse...

Cheguei aqui porque estava a dar 1 blogada no pns,e só tenho onomatopeias a dizer.

claire disse...

grosso modo: admirativas,patéticas,desejosas, ambisiosas,sonhadoras.......

expressodalinha disse...

De link em link aterrei nestas excelentes fotos que contam maravilhosamente uma história. Uma história que anseio fazer. Talvez para o ano...
Não há mais?

Templo do Giraldo disse...

http://templodogiraldo.blogspot.com/

Passem por aqui e comentem. SAUDAÇÕES

cp disse...

inveja... não posso controlar, é verdade...
Um feliz encontro, este blog.
Foi, para mim, a viagem possível e uma visita guiada à sua Argentina.
Obrigado por ter partilhado a sua perspectiva desta parte do mundo que, quando possível, visitarei.
cp

NV disse...

Nunca comentei este blogue, porém não o deixo de visitar.
Faz-me sempre lembrar esta Letra do Milton.
Um forte abraço Meu Amigo.

Encontros e Despedidas
Milton Nascimento
Composição: Milton Nascimento / Fernando Brant

Mande notícias
Do mundo de lá
Diz quem fica
Me dê um abraço
Venha me apertar
Tô chegando...

Coisa que gosto é poder partir
Sem ter planos
Melhor ainda é poder voltar
Quando quero...

Todos os dias é um vai-e-vem
A vida se repete na estação
Tem gente que chega prá ficar
Tem gente que vai
Prá nunca mais...

Tem gente que vem e quer voltar
Tem gente que vai, quer ficar
Tem gente que veio só olhar
Tem gente a sorrir e a chorar
E assim chegar e partir...

São só dois lados
Da mesma viagem
O trem que chega
É o mesmo trem
Da partida...

A hora do encontro
É também, despedida
A plataforma dessa estação
É a vida desse meu lugar
É a vida desse meu lugar
É a vida...